Mesa pra três

Depois de uma super festa em pleno Pão de Açúcar (cortesia do caderno de turismo), com direito a uma linda vista noturna da Cidade Maravilhosa, eu não podia querer mais nada. E foi assim, com crédito na casa, que eu fui visitar o Juarez (chef do Oriundi, Suá e Brasiliano) no Carême Bistrô, da Flávia Quaresma. Ele estava lá para o Rio Bom de Mesa, festival da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, e me chamou pra ver como iam as coisas. Eu estava cansada, tinha que acordar cedo e trabalhar no outro dia, mas Juarez me convidou, né, e me disse que talvez Alex Atala estaria lá. Ok, e eu vou perder de tietar Flávia Quaresma e Alex Atala juntos?!
Já do táxi vi o sujeito ruivo e tatuado que é considerado o melhor chef do país. E logo depois a própria Flávia veio me receber. Seu bistrô é lindo, pequeno e aconchegante, com as sugestões da chef e a temperatura que faz em Paris escritas a giz num quadro. E ela é um doce.
Esperei bastante por uma mesinha, bebericando uma taça de espumante. Sentei na mesa ao lado que Alex Atala (que não foi incomodado, juro), e Flávia me sugeriu um cardápio surpresa. E eu topei. Veio então sopa de brie com nozes, uma combinação espetacular. Espuma de baunilha com um salmão cozido em fogo baixo por cinco horas, quase uma geléia. Avestruz com ravioli de ameixa. Ah...
Depois de todos esses sabores incríveis, eu já estava pra lá de satisfeita. Mas aí veio dona Flávia com aquele sorriso simpático me perguntar se eu gostava mais de doce de fruta ou de chocolate. A resposta "chocolate, claro" foi muito bem aceita. "Eu também sou chocólatra", ela disse. E pronto. O pout-pourri de chocolate do Carême não é boa idéia para quem tem o coração fraco. Ele vem com seis pequenas porções: sorvete, foundant, creme brulée e chocolate com banana, kinkan e praliné de castanha, mais conhecido como o paraíso em forma de sobremesa.
Fui pro hotel feliz da vida, mal acreditando em tudo que aconteceu em uma noite só. Até hoje fico achando que inventei tudo. Por isso valeu a pena deixar a vergonha de lado e tirar essa foto de groupie. Isso é o que eu chamo de boa lembrança.


4 comentários:

Bia disse...

Fala sério!!!! Cerca de 70%, pelo menos, dos nomes desses pratos são totalmente desconhecidos por minha humilde pessoa...
Vc, como boa conhecedora, bem q podia dar umas aulinhas pras amigas, hein?
Que tal fazer uma festa do gourmet?
Só pode levar coisa chic e "desconhecida do povão"...vc passa uma lista e a gente tenta encontrar ou preparar a coisa...e vc, claro, tb faz ou compra uma com nome bem difícil, ok?
Bem, se vcs quiserem, eu levo o espumante.

joana pellerano disse...

a gente marca um rega bofe chique então.

Raquel disse...

já virei sua fã!
Adoro gastronomia! E o seu jeito de escrever...parabéns!

joana pellerano disse...

Ô, Raquel, muito obrigada! Seu comentário me deixou muito contente.
Abraço,
Joana