Pastel de Belém só se for de outro lugar...

Lisboa é linda. Parece o Brasil. Claro que a língua ajuda, mas tem algo mais. As pessoas são simpáticas, sorridentes, coisa com que eu desacostumei depois desses meses na Espanha. E por aí também se come de maravilha. Primeiro tem os mariscos, que ficam expostos nas vitrines dos restaurantes quase dando tchauzinho pra clientela de tão frescos.
E tem os doces. Ai, os doces. Milhões de queijinhos empoados, castanhas de ovos, até gostosuras árabes... Tudo é excelente, leve, bem feitinho, mas o clássico mesmo é o pastel de nata. A gente no Brasil conhece como pastel de belém (aquele que vende no Habib's, referência mais comun pra quem não andou passeando por Pelotas). Em Lisboa só pastel de nata mesmo, já que o de belém vem de uma pastelaria no bairro de Belém, a tradicional, única que pode chamar o doce pelo nome e sobrenome. Ponto turístico a tal pastelaria. E eu, turista que sou, fui lá. Mas só quando já estava no meu décimo pastel de nata. E, claro, me decepcionei. Além de o lugar ser caro (caro padrão Lisboa nem é tão caro assim, mas vá lá) e cheio de turistas, o doce é bem mais ou menos. Claro que a embalagem pra levar é linda, e que o pacote vem com envelopinhos de açúcar e canela pra você temperar o doce como se deve, mas não chega aos pés de outros pastéis encontrados pelo centro da cidade. Um desses é o da Pastelaria Baixa Chiado, que fica no bairro e saída da estação de metro de mesmo nome. Baratos, em dois tamanhos, pra comer ali, pra levar, garçonete brasileira. Eu se fosse você, tirava foto em Belém mas guardava o estômago pra lá...

Pastelaria Baixa-Chiado
Rua do Crucifixo, 94 (mapa)
tel.: 21 3422753

3 comentários:

Anônimo disse...

oi,
sei que até é tarde de mais para deixar este comentário, mas como guloso que sou, não posso deixar de referir que o melhor pastel de nata que já comi se encontra diáriamente quentinho numa pastelaria pertinho de mim. a pastelaria chama-se "pastelinho de benfica" e comparados com os pasteis de belém.....melhor nem dizer...

então é aqui: estrada de benfica, esquina com a rua inácio de sousa. onibus 746,58,etc. metrô "alto dos moinhos". se a alguém apetecer um pastelinho do pastelinho com um cafézinho arábica bem aromático, pode contar comigo. deixa nota no paris.cn@gmail.com . até breve, irmãos gulosos :)

Anônimo disse...

Joana, vê-se que não percebe nada de pastéis de nata (ou está habituada a comer qualquer imitação brasileira), senão não diria o que disse acima. Os pastéis de Belém são os pastéis de nata originais, com uma receita conventual centenária, mas não os compare com os de uma pastelaria qualquer do Chiado ou de Lisboa porque NÃO HÁ COMPARAÇÃO. É impossível.
Tenho que concordar com o anónimo anterior: de todos os pasteis de nata que há em Lisboa, os de Benfica são únicos, de chorar por mais. A receita é igual à de Belém, elaborada de outra maneira, e está divinal, daí a semelhança.
Cumprimentos.

joana pellerano disse...

pois claro que estou acostumada com qualquer imitação brasileira! e dependo de vocês para na próxima vez ir direto buscar o melhor pastel...