Enfermeira, eu prefiro Melona

Fui passear em São Paulo e conheci, um tanto atrasada, imagino, o fenômeno Melona. O Melona é um picolé cremoso sul-coreano que existe às pencas na Liberdade. Não há uma lanchonete, restaurante, papelaria e até salão de beleza sem seu freezer cheio de picolés Melona. Eles já viraram parte da paisagem: todo homem, mulher e criança passeia saboreando sua barrinha verde radioativa.
O chão fica salpicado de papel verde, e dizem que no domingo, quando há a feirinha no bairro, chegam a ser consumidas até cinco mil barrinhas geladas. As outras versões do sorvete, morango e banana, são quase sempre ignoradas pelos consumidores e encalham nas geladeiras.
Provei o Melona e até gostei, mas convenhamos que um picolé cremoso sabor melão não tem como ser a coisa mais gostosa desse mundo. E o negócio custa uns R$ 3, precinho nada modesto para uma guloseima exótica que vale mais pela piada que pelo sabor. Mas faz parte da experiência antropológica, eu acho. Ir na Liberdade, rir do fato de sua rua principal se chamar Galvão Bueno, almoçar um yakissoba com espetinho de camarão, comprar uns creminhos na Ikesaki, reabastecer a despensa de delícias orientais e caminhar equilibrando sacolas com o seu Melona na mão.

5 comentários:

Mariana disse...

Olá Joana

Vim parar no seu site depois do reuniao do Rainhas do Lar no domingo, pena que vc não foi.

Estou lendo o seu blog e adorando. Já vou lá no Sam's procurar o biscoito Milano que vc postou há um tempo atras.

bjs

Isabela disse...

Joana, sempre que tem post novo dou uma passadinha aqui, e adoro. Principalmente quando voce dá dicas de lugares aqui mesmo, em Vitória, já que nao há muitos né. Entao é sempre bom saber de um lugar que talvez ainda nao conheça.

Beijos !

Melissa disse...

É bom lembrar que é o tipo de experiência antropológica (leia-se: todo o conjunto da obra descrito) uma vez na vida, e já tá bom. Você pode contar pros netos, pros colegas de trabalhos como uma viagem de aventura, e pra sua mãe como experiência de cultura de outros países.
Vai por mim, Liberdade no domingo, é o que você menos terá.

joana pellerano disse...

que monte de visitas! adorei!

Monica Loureiro disse...

Joana, adorei seu Blog...
Fiquei louca pra ir passear em São Paulo também, na Feira da Liberdade...
rsrsr
Mas este picolé coreano, rsrsrs