O rango de Nelson Mandela

Se os que vão à Copa de 2010 na África do Sul forem como eu, já estão de olho no cardápio. Então, vão ficar felizes de ter como guia das iguarias sul-africanas o filho mais famoso da África do Sul: Nelson Mandela. Isso graças à escritora Anna Trapido, que decidiu perguntar ao símbolo da luta contra o racismo o que ele comia enquanto mudava o mundo.
Na biografia gastropolítica Hunger for Freedom: The Story of Food in the Life of Nelson Mandela, Anna conta a história de Mandela, sua família e seus companheiros na luta pela liberdade por meio das refeições que eles compartilharam, detalhando suas receitas e contexto político.
O cardápio da obra inclui greves de fome e banquetes presidenciais, revelando pratos-chave na vida de Nelson Mandela. Estão lá as samosas que o advogado de Mandela contrabandeava para a prisão; curry de frango com sorvete de passas ao rum, sua primeira refeição após 27 anos atrás das grades; e o lombo de rena com cogumelo chanterelle do banquete do prêmio Nobel que ele recebeu.
Abaixo você encontra a receita de koeksisters, bolinhos quase como os de chuva. É uma das receitas mais típicas e importantes da África do Sul: foi dividindo chá e koeksisters com Betsy Verwoerd, viúva do maior defensor do Apartheid, HF Verwoerd, que Mandela selou a reconciliação da nação.
É como eu sempre digo: não pergunte o que seu país pode fazer por você; pergunte o que tem para o jantar.

Koeksisters

Cobertura
1 kg de açúcar cristal
800 ml de água
30 ml de glucose de milho
15 ml de suco de limão

Dissolva o açúcar na água e deixe ferver por um minuto. Adicione a glucose e ferva por mais 10 minutos. Adicione o suco de limão. Retire do fogo e coloque no congelador por 12 horas.

Massa
600 g de farinha de trigo
30 ml de fermento em pó
50 g de manteiga
375 ml de leite
1 pitada de sal

Peneire farinha, fermento e sal e misture com a manteiga até formar uma farofa grossa. Junte ao leite, amassando levemente. Cubra a massa com um filme plástico e leve à geladeira por duas horas.
Retire a massa da geladeira e abra-a com o rolo de macarrão em uma superfície enfarinhada até ficar com e mm de espessura. Corte tiras de 1cm x 5 cm. Torça duas tiras delicadamente, e pressione as pontas para uni-las. Repita a operação até que a massa acabe, cubra tudo com um pano úmido e deixe repousar por 15 minutos.
Frite os biscoitos em óleo bem quente. Seque-os com papel absorvente e mergulhe-os na calda gelada.

Também no Copa e Cozinha, do portal http://www.copa2014.org.br/.

2 comentários:

elvira disse...

sou estudante de gastronomia, e tenho como desafio para esse semestre montar um evento, tendo como tema a Àfrica do Sul,mal começei e tive o imenso prazer de ler suas postagens.No entanto gostaria de saber onde encontrar o livro do qual vc se refere. Voçê pode me dar uma força? obrigada e luz.

joana pellerano disse...

Oi, Elvira,
O livro não foi pblicado no Brasil, mas pode ser comprado na Amazon, ó: http://www.amazon.com/Hunger-Freedom-Story-Nelson-Mandela/dp/1770095659.
Depois manda informações sobre o seu evento, ok? Boa sorte!
Joana