Mesa Tendências 2009: restrospectiva

Três dias para ouvir, ver, discutir, aprender e, claro, comer. Assim foi o Mesa Tendências 2009, evento que integrou o Mesa São Paulo, realizado pelo Senac São Paulo e pela revista Prazeres da Mesa. Quer saber como foi? Eu te conto:

27 de outubro:

9h - Tô no Mesa Tendências. E vocês?
10h - Alain Ducasse é do time "falem mal mas falem de mim".
12h - Rolland Villar falou sobre gastronomia light bem na hora do almoço. E eu só sonhando com uma feijoada...
15h - Stephane Rambault subiu ao palco escoltado por Laurent Suaudeau. Luxo.
15h10 - E ensinou um truque bacana: cozinhar aspargos em pouquíssima água e, conforme essa evaporar, acrescentar creme de leite.
15h15 - "Estagiários tem que ficar tempo suficiente pra ele e pro restaurante. 3 semanas não adianta. Tem que ser 3 meses". Rambault
15h50 – Mais cedo, Aurelien Granssagne veio substituir Marc Meneau. Quieto, fez bolinhas de foie gras e trufa que explodem na boca.
16h - O austríaco Roland Trettl arrasou com videozinho de apresentação em português macarrônico. Mas depois leu tudo...
16h17 - Mas ele tem um projeto bacana: no Ikaro, a cada mês um chef convidado assume a cozinha. Alex Atala já passou por lá.
16h20 - Roland Trettl adora Atala, "un tipo tatuado por todos sítios". Chamou-o de combinação de velha Europa e América emergente.
16h30 - O argentino radicado em Côte D'Azur Mauro Colagreco fez 3 receitas com algas em tempo recorde e piadinha de futebol.
16h40 - Uma das receitas: alga "alface do mar" com creme de leite servido com truta.
17h - Laurent Tourondel fez um tartare de atum com abacate e molho vinagrete cheio de influências japonesas. Parece bem copiável.
18h25 - "As pessoas vão ao restaurante degustar o que o chef quer difundir. Querem cozinha de autor, não de plágio". Gerald Passedat
18h30 - Gerald Passedat confessou que os chefs franceses vieram com as malas cheias de trufas para as receitas.
20h50 - Pra mim, o italiano Carlos Gracco foi melhor do dia.
21h - Claude Troisgros encerrou bem a noite. A dica foi massa de tempura feita com farinha, sal, açúcar, água... e sal de frutas! Detalhe: quem lhe ensinou a receita foi Daniel Boulud!


28 de outubro:

11h30 - Emmanuel Bassoleil conquistou com degustação de pão de especiarias e licor de cassis geladíssimo e piscadinhas de olho. Disse que com 8 anos o pai colocava um pouquinho de vinho em seu copo de água, e, com 12, um pouquinho de água no copo vinho.
14h30 – E aconteceu o momento que eu esperava desde que ouvi a data do Mesa Tendências: a palestra do Maximo Montanari.
14h40 - Ele usou a massa para mostrar que identidade não significa raiz. Espaguete com molho de tomate não é italiano, mas representa os italianos. A massa longa foi inventada pelo árabes, o tomate é americano e o molho foi "invenção" dos espanhóis.
14h45 - "Às vezes procurar as próprias raízes sem preconceito é encontrar os outros que vivem em nós". Massimo Montanari.
15h - Helena Rizzo faz um sucesso louco, e diz que contrata com base em brilho no olho.
17h - Sergio Torres Martinez falou sobre seu novo projeto no Dos Cielos, restaurante de Barcelona: Sensografia gastronômica.
17h10 - Momento Caras: Sergio Torres Martinez chamou Pepita Rodriguez para provar tomate recheado com ervas.
17h30 - Esbarrei em Jeffrey Steingarten, o homem que comeu de tudo! Ele é super nice guy e adorou o Mocotó.
18h50 - Alex Atala aplaudiu Rodrigo Oliveira e Ana Luiza Trajano de pé. E ficou pra aula de Jordi Roca.
19h - Jordi Roca tem um nariz espetacular, que parece levá-lo quando ele caminha. Sabe desenho animado em que a pessoa flutua levada pelo cheiro? Ele usa-o muito bem, combinando aromas e texturas nas sobremesas. Sorvete de fumaça de charuto e beterraba de açúcar com destilado de terra.
0h - Só mais uma para fechar a noite: Laurent Tourondel trabalhou com Claude Troisgros em NY e aprendeu a fazer feijoadá, farrofá e pão de queijô.

29 de outubro:
9h30 - De volta à terra das fontes de Nespresso e da maior população francoparlante de São Paulo.
11h - Tsuyoshi Murakami largou os estudos aos 18 e foi estudar cozinha no Japão.
12h - A cozinha brasileira está super: Ivo Faria e Cesar Santos foram aplaudidos de pé e geraram filas e filas de tietes.
14h - Christophe Michalak distribuiu sobremesas e o povo quase saiu no tapa.
15h40 - Christophe Michalak arrasou. E disse que prioriza simplicidade e elegancia.
16h - Ganhamos fermento de 17 anos da Mari Hirata. Gera pães deliciosos que não precisam de sova! Provamos quentinho.
17h - Roberta Sudbrack e seus quiabos dançantes acabam de deixar o palco. Ela prega respeitar a tradição mas refletir sempre.
19h - Vi e gostei de Philippe Gobet e Marcelo Tejedor. O primeiro fez degustação de baunilhas e o segundo chamou um casal para provar diversos pratos. Ganharam um baita menu-degustação. E não estavam com cara de quem estava gostando. Ô mundo injusto...
20h40 - Foi especial o encerramento que começou com Alex Atala e acabou com Olivier Roellinger. Atala falou mais que cozinhou, o que é ótimo, porque ele tem o que falar. Depois, Roellinger falou com muito carinho sobre comida, e disse que a gastronomia brasileira é como uma criança cheia de energia.
21h - Olivier Roellinger fez todo mundo chorar. E acabou a festa.

Fotos: Inpress/Della Costa

3 comentários:

Bergamo disse...

Olá Joana,
Adorei o seu resumão Mesa Tendências.
Comecei a colocar algumas coisas lá no Blog do Bergamo também.
Pena que não nos conhecemos...quem sabe em uma outra oportunidade, não?
Um abraço,
Bergamo

joana pellerano disse...

Bergamo,
Vou lá no blog conferir. E na próxima vou marcar um encontro blogs e Twitter, ali ao lado da fonte de Nespresso. Que tal?
Joana

Maria disse...

Temos mesmo que marcar esses encontros!!
Também adorei o resumo!
Se der conta a receita de tartare que "parece bem copiável"!

Beijo!