Rango Camp

Mais comida que Natal e almoço na casa da vó mineira combinados. Foi assim o Rango Camp, um encontro divertido de blogueiros de comida que aconteceu aqui em São Paulo no último domingo, 27 de junho.
Foi um dia lindo de sol na Cozinha da Matilde, um lugar charme que pode (deve!) ser alugado para festinhas. Uma fonte (quase) inesgotável de espumante. E um punhado de cozinheiros esbarrando os cotovelos em frente a quatro fontes de calor. Não tinha como ser ruim.
E foi ótimo colocar rostos nas letrinhas que frequentam meu computador há tempos, como o Edu do Edu Recomenda (que fez uma beleza de degustação de cervejas), a Faby do Rainhas do Lar, a Tatu do Mixirica, e a dupla dinâmica João e Dri do Fast Food de Pobre, entre muitos e muitos outros. A companhia da super Luana do Falando Abobrinhas completou a festa.
Entre as delícias provadas, tantas que o estômago reclama só de lembrar, o que mais ficou na memória foi um petisco simples que comi de olhos fechados. Melhor: de olhos vendados, como dá pra ver aí nas fotos da Nath do Bistrô Pregui (comigo nessa tentativa de "autofoto" está a Dehbora).
Foi uma degustação-relâmpago do Ateliê no Escuro: chips de quiabo, jiló e abobrinha com temperinhos. Ganhei o de abobrinha com uma geleia de capim limão que foi um murro no queixo de tão intensa. Mas só nessa hora. Depois, de olhos bem abertos, a geleia ficou pequenininha.
Somando tudo, o domingo foi uma bagunça gostosa que eu espero repetir muitas vezes. Só não sei se os sentidos aguentam...

3 comentários:

Paula Labaki disse...

Que legal...sorte nossa que estavamos lá...foi muito bom!!!
Beijos
Paula Labaki

joana pellerano disse...

Sorte mesmo! Até a próxima!

Melissa disse...

Adorei os olhos vendados!!! Vou começar a fazer isso com os meus clientes hehehehe