American all day long

Fala-se muito mal da culinária americana. Que é calórica demais, criativa de menos, servida em porções enormes para compensar a falta de qualidade. Cá entre nós, acho que essa opinião negativa generalizada tem mais de bronca que de realidade. Tudo bem que estamos acostumados com o Brasil, que oferece uma ótima seleção de pratos regionais, mas nem todos os países são o Brasil. E, dentro de suas possibilidades, a culinária americana se sai muito bem no fim das contas. E, de vez em quando, vale a pena esquecer o preconceito e aproveitar...
Não acho má ideia começar o dia com os tais ovos com bacon.  Parecem pesados, mas são ricos em proteína e dão energia contínua, saciam por mais tempo. É definitivamente a refeição dos campeões quando acompanhados de torrada e tomatinho, como o da foto, servido no Front Porch Cafe (1418 Ocean Drive , Miami Beach).
Depois da bateção de perna e do hamburguer com batata frita vale um lanchinho também típico: o cheesecake. Passei na Cheesecake Factory por conveniência e fiquei meio impressionada com a variedade. São 36 sabores, sabia? Tudo bem que o cheesecake é daqueles pratos para que existem milhões de receitas, todas conhecidas como "a original", mas tantas assim, uau. Comi um tradicional mesmo e achei bem mais leve e menos doce que os servidos por aqui. Uma surpresa! Mas a acidez me deu saudade de uma cobertura de goiabada... Vou levar a ideia pra lá e ficar milionária.
A vontade de fartura faz dos States campeões em comfort food, aquela comidinha reconfortante e quentinha que volta e meia a gente sente falta. Exemplo clássico é o Mac & Cheese, macarrão com molho de queijo gratinado no forno. Os americanos levam seu Mac & Cheese bem à sério, e também pra ele criaram o panteão das receitas únicas. Há um site inteiro só ensinando como prepará-lo. As receitas são bem fáceis de reproduzir, então dá para garantir um na janta de hoje.
Voltei de lá com a sensação de que americanizar a refeição faz bem. Se for por uns dias só então, tô dentro.

Nenhum comentário: